CIÇO: UMA DÉCADA DE HISTÓRIAS NA LIGA NACIONAL DE FUTSAL


A experiência de um fixo em quadra pode fazer muita diferença para uma equipe que pretende alcançar grandes objetivos e é assim que a história de Jefferson Rodrigues de Brito, o CIÇO, vem se escrevendo nos últimos anos. Foram oito ligas disputadas, sete semifinais e ele chegou em seis decisões, sendo quatro delas pela mesma equipe, além de três títulos conquistados.

Essa história começa em 2000 quando Ciço vestia a camisa da grande equipe GM/Chevrolet que chegava as semifinais diante do inesquecível Atlético Mineiro e acabaram derrotados.

“Fico feliz em ter participado de todas essas edições da Liga Nacional e com histórias alegres e tristes. Esse ano foi um dos mais inesquecíveis pra mim pois naquela ocasião a equipe classificou em oitavo lugar e conseguimos avançar até a semifinal”, disse.

Em 2001 foi o ano que Ciço estava na ULBRA e chegava na primeira final da LNF. Infelizmente por mais um ano a derrota veio e foi para o Carlos Barbosa.
Em 2002, pelo Banespa, a equipe não conseguiu nenhuma classificação expressiva.
Em 2003 veio o primeiro título e o primeiro como sempre é marcante. Novamente com a camisa da ULBRA, aconteceu a revanche e o caneco garantido em cima do Carlos Barbosa.

Depois disso Ciço acabou se transferindo para o futsal internacional onde teve passagens por Portugal, Espanha e Irã e conquistou diversos títulos importantes em sua carreira como a Copa da Espanha, a Liga Espanhola e o Mundial de Clubes. Foi também destaque como melhor jogador e artilheiro.

De volta ao Brasil, uma nova história começava a se escrever no interior de São Paulo, na pequena cidade de Orlândia. Foram quatro anos seguidos chegando as decisões da LNF: 2012, 2013, 2014 e 2015. Dois títulos (2012 – 2013) e dois vices (2014 – 2015).

“Quatro anos chegando nas finais da Liga Nacional é uma marca muito difícil, ainda mais quatro vezes consecutivas. Fico feliz por ter isso na minha carreira, mesmo que não ganhamos todas elas, pois consegui conquistar grandes objetivos junto aos companheiros de equipe e fico mais feliz ainda em ter sido o único. É uma marca pessoal muito legal que mais pra frente, quando eu terminar minha carreira, terei orgulho da dimensão que tudo isso significou”, comentou.

Em 2016, Ciço chega a mais uma LNF e vestindo pela primeira vez a camisa do Supermercados BH/Minas. A estreia da equipe mineira está programada para o dia 14 de Abril, em casa, diante da Assoeva (RS). Sobre esse novo momento de sua carreira, o fixo sabe bem o que precisa fazer.

“Sempre quando mudamos de time esperamos o melhor e poder fazer o que vinha fazendo, mas ainda vou na contramão disso pois queremos fazer um grande ano já que o Minas não se classifica as fases decisivas há alguns anos. Como foi formado um time competitivo, temos que ser competitivos e brigar para avançar às fases decisivas. Se isso vai acontecer mesmo? Vamos saber a postura do time nos primeiros jogos da competição”, finalizou.

Fonte: Tamiris Dinamarco / Fotos: Gilberto Santos/ Luccas Salles

←  Anterior Proxima  → Página inicial