VISITE O MUSEU DO FUTEBOL



O Museu do Futebol, sediado no Estádio do Pacaembu, é o primeiro museu da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo planejado para ser acessível.

Desde sua concepção, todas as salas e seu conteúdo foram pensados para atender diferentes perfis de públicos: brasileiros e estrangeiros; ricos e pobres; pessoas com deficiência física, intelectual e mobilidade reduzida; crianças, jovens, adultos e idosos.
Para o Museu do Futebol, ser acessível é propiciar que um serviço seja usufruído pelo maior número de pessoas possível, independente de suas condições físicas, sociais e intelectuais. Em fevereiro de 2009, o Museu do Futebol recebeu o certificado 5 estrelas da Secretaria Municipal de Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida de São Paulo.
Programa de Acessibilidade do Museu do Futebol – PAMF – reúne uma série de recursos que com o objetivo de facilitar e potencializar o acesso ao museu.
No âmbito social, o Museu do Futebol oferece:
  • Ingressos a preços populares (R$ 6,00 inteira e R$ 3,00 meia);
  • Um dia gratuito na semana (quinta-feira);
  • Políticas de isenção para grupos de escolas públicas e instituições sociais.
No âmbito físico e arquitetônico, conta-se com:
  • Acesso a todos os andares do edifício por meio de elevadores para cadeirantes e pessoas com dificuldade de locomoção;
  • Piso podotátil para cegos e pessoas com baixa visão em todo o percurso da exposição de longa duração;
  • Vagas reservadas para pessoas com deficiência no estacionamento da Praça Charles Miller;
  • Banheiros para cadeirantes em todos os andares;
  • Telefone para surdos.
No âmbito intelectual, oferecemos:
  • Áudio-guias para estrangeiros (em inglês e espanhol);
  • Atendimento qualificado ao público, inclusive a pessoas com diferentes tipos de deficiências: cegueira, baixa visão, surdez, motora e intelectual;
  • Totens informativos em 3 línguas (português, inglês e espanhol) e Braille em todas as salas do Museu;
  • 23 maquetes táteis para o público cego, com baixa visão e limitação de compreensão de linguagem, que permitem a transposição de conteúdos de algumas das salas expositivas da exposição de longa duração.
  • Audio-guia para cegos, ainda em fase de implantação.
O trabalho de educação inclusiva, com atendimento especial a pessoas com deficiência, recebe grupos de diversas escolas e instituições.
Durante a visita – que é mediada com os educadores do local – os grupos têm acesso não só ao material exposto, mas a jogos e materiais sensoriais elaborados exclusivamente para o atendimento educativo.
DEFICIENTE RESIDENTE
O Museu do Futebol tem como princípio promover ampla acessibilidade ao público visitante. Equipado arquitetônica e tecnicamente com os recursos necessários a essa demanda, desde a sua inauguração, em 2008, procura investir na mudança da compreensão sobre as capacidades de interação e apreensão do contexto museológico pelas pessoas com deficiência.
Seguindo este princípio, em 2010, o Museu do Futebol dá início ao Projeto Deficiente Residente – experiência pioneira desenvolvida pela equipe do Museu – cujo principal objetivo é atuar na área comportamental, incidindo e transformando o próprio atendimento oferecido pela equipe.
O Projeto é idealizado e coordenado pelo Núcleo Educativo, com seus supervisores e educadores, e conta com a assessoria de dois residentes com níveis distintos de deficiência. Durante três meses, são realizados encontros semanais entre educadores e deficientes residentes. Em um primeiro momento, busca-se descobrir e valorizar os pontos em comum entre os dois lados, assegurando maior confiança e intimidade à relação entre educadores e residentes. Depois, juntos, eles compartilham informações e discutem melhorias no contato com o visitante e no espaço expositivo.
O intuito do Projeto é repensar o atendimento de todos que integram o museu e, em particular, o dos visitantes com deficiência, suscitando a discussão sobre a peculiaridade de cada uma das deficiências, compreendendo melhor a sensibilização necessária ao contato com estas questões e aproximando-se do deficiente de modo a percebê-lo melhor.
←  Anterior Proxima  → Página inicial