ALGUNS DOS ESPORTES MAIS CAROS DO MUNDO


Praticar esportes é algo que já fez ou faz parte da vida de muitas pessoas. Atualmente estamos vivendo um momento em que todas as formas de incentivar a prática são válidas.
O esporte vai muito mais além do que o vôlei, a corrida, o ciclismo, a ginástica, o basquete e muitos outros, sendo uma área muito extensa e que não precisa necessariamente de esforço físico para ser considerado um desporto, forma pela qual também pode ser chamado.
Existem alguns esportes que quase não são conhecidos e ainda há poucos atletas na área, isso devido a um fator: o custo financeiro. Nesses casos, se o atleta não tiver um patrocínio ou uma boa condição financeira, é quase impossível praticá-los.
Estes esportes são considerados de alto custo devido a muitos fatores como os acessórios e equipamentos, que podem chegar a preços exorbitantes.

Pólo

Time de Pólo.Um esporte praticado há séculos de origem asiática, o Pólo hoje em dia é um dos esportes mais caros do mundo, isso devido a todos os cuidados e equipamentos necessários. Para começar, cada competidor deve ter seu cavalo, que podem custar mais de 50 mil reais. Além disso, o campo é outro fator que influi no preço - o tamanho de um campo de polo deve ser de 275×180 metros. Além de equipamentos, há o custo do tratamento do animal que deve ser especial e roupas adequadas incluindo botas, taco e capacete.

Homem praticando golfe.Golfe

Este esporte, de origem britânica, também é considerado de alto custo e é um dos mais apreciados pela classe nobre. Existem muitas modalidades de golfe e por isso há também diversos modelos de tacos que podem chegar a preços altíssimos, além do aluguel do campo para a prática, acessórios e roupas adequadas.

Campeão de Hipismo.Hipismo

Assim como o Pólo, este esporte também tem a necessidade de um cavalo de qualidade e boa origem, além de adestramento do animal, roupas e espaço adequado para a competição.
Outros esportes como esgrima, tênis e tiro ao alvo também tem seu alto preço e por isso são menos populares e, consequentemente, menos praticados.


←  Anterior Proxima  → Página inicial