PORTUGUÊS DESCOBRE QUANDO É QUE O SOL VAI ENGOLIR A TERRA


Um cientista português analisou cerca de 500 estrelas do tipo solar a partir das oscilações luminosas captadas pelos telescópios Kepler (EUA) e CoRoT (França), que permitiu descobrir o enquadramento e futuro do Sol.



«Daqui a quatro mil milhões de anos, o Sol vai aumentar de tamanho e de luminosidade de forma catastrófica e vai engolir o Planeta Terra, uma vez que o raio do Sol ultrapassará a atual órbita terrestre», observou Tiago Campante, que vai apresentar a tese de doutoramento «Asterossismologia: Métodos de Análise de Dados e Interpretação na Era de Missões Espaciais», no dia 1 de junho, na Universidade do Porto.

Em entrevista à Lusa no âmbito da apresentação da tese, o investigador da equipa «Origem e Evolução de Estrelas e Planetas», do Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP), explica que os dados que analisou a partir das duas missões espaciais permitem projetar o percurso evolutivo do Sol e ter um conhecimento detalhado das mudanças estruturais relevantes e dos processos físicos que regem o interior de uma estrela do tipo solar.

Fonte: http://www.tvi.iol.pt
←  Anterior Proxima  → Página inicial