CURIOSIDADES SOBRE O FUTSAL

Por não apresentar muitas dificuldades de infra-estrutura, o futsal é um esporte muito praticado em escolas primárias de todo o Brasil, ao lado do basquete, do vôlei e do handebol, que têm as mesmas características facilitadoras. Assim, não é incomum que muitos jogadores que ganharam destaque mundial no futebol de campo tenham surgido nas quadras. Os exemplos mais recentes são Robinho (Real Madrid-ESP), Ronaldinho Gaúcho (Flamengo-BR) e Ronaldo Fenômeno (ex-Corinthians-BR), mas nomes de outras gerações, como o argentino Diego Maradona e o brasileiro Zico, ex-jogador do Flamengo e da seleção brasileira, também já chutaram suas bolas no salão.

O caminho inverso, porém, não tem sido de muito sucesso. Os dois maiores nomes da história do futsal brasileiro, Manoel Tobias e Falcão, já tentaram a sorte nos campos, mas não obtiveram o mesmo êxito e acabaram retornando à modalidade de origem. O primeiro tentou a sorte no Vasco da Gama em 2000, mas não repetiu o sucesso do salão e acabou deixando o clube da Colina antes do fim do contrato. Já Falcão chegou ao São Paulo Futebol Clube em 2005 com muita expectativa da torcida, mas teve problemas de relacionamento com Emerson Leão, então técnico do clube, e acabou não renovando seu compromisso com a equipe do Morumbi.

Atualmente, o futsal cumpre todas as exigências feitas pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) para que o esporte seja incorporado ao programa dos Jogos. Uma delas é que a modalidade seja praticada em mais de cem países nos cinco continentes. Essa propagação do esporte tem muita influência brasileira. O crescimento da força das seleções européias, por exemplo, normalmente está relacionado a atletas verde-amarelos. Seleções de grande porte, como a Espanha e a Itália - finalistas do Mundial de 2004, realizado em Taiwan -, contam com alguns jogadores brasileiros naturalizados.

Fonte: http://esporte.hsw.uol.com.br/pan-futsal5.htm
←  Anterior Proxima  → Página inicial